Por que é importante investir na modernização da infraestrutura de TI?

Por que é importante investir na modernização da infraestrutura de TI?

Powered by Rock Convert

Nos últimos anos, muitas organizações têm buscado a modernização da infraestrutura de TI motivadas por demandas de clientes, dos parceiros e do mercado. Metodologias ágeis de desenvolvimento e o uso de smartphones que impulsionam a necessidade de aplicativos móveis demandam, a cada dia, uma infraestrutura mais simples e ágil.

Essa necessidade tem feito com que os fabricantes de hardware para data center invistam cada vez mais em software de automação de infraestrutura. Temos como exemplo a  hiperconvergência que por meio de software elimina camadas como conectividade de rede SAN e storages dedicados.

Assim, Marcos Siqueira, Diretor de Operações da CPD Informática explicará a importância da modernização na infraestrutura de TI com a automatização dos processos manuais. Fique comigo!

Saiba as partes do processo de modernização da infraestrutura

“O mundo mudou. A TI é o canal para várias formas de relacionamento no mundo real, como as redes sociais e serviços via dispositivos móveis, permitindo rapidez e praticidade. Organizações e órgãos públicos precisam oferecer essa facilidade para seus usuários e parceiros, conectividade e acesso rápido com uso de TI”, observa Marcos Siqueira.

Nos últimos anos, há novos serviços, tecnologias e disrupções criadas pela sociedade usando como base a Tecnologia da Informação. Um dos mais conhecidos exemplos é a “uberização” de serviços, possibilitando o contato  diretamente com o profissional para se realizar um trabalho específico.

Essa mudança, por ser rápida, reforça que a infraestrutura e os serviços de TI tenham essa agilidade durante a transformação. Diversas organizações não conseguiram acompanhar essa evolução e foram substituídas. Atualmente, as maiores empresas são aquelas mais ágeis na transformação de seus serviços com o apoio da TI.

Siga as tendências

“Muitas empresas têm dúvidas a respeito do que deve ser modernizado. É importante definir dentro do portfólio de produtos e serviços de TI quais irão colher os maiores benefício com a modernização e focar neles. Muitos sistemas e aplicações não necessitam de modernização pois cumprem, com louvor, sua missão. Outros, no entanto, ficarão obsoletos e serão abandonados caso não sejam modernizados. Principalmente os sistemas categorizados como Sistemas de Engajamento”, avalia o Diretor de Operações da CPD Informática.

O Gartner definiu o termo TI Bimodal onde, entre outras definições, dividiu a TI em Sistemas de Registro e Sistemas de Engajamento. Os Sistemas de Registro são aqueles normalmente usados nas atividades administrativas da empresa/organização como ERP e CRM e os de engajamento são aqueles que fazem interface com os clientes, como aplicativos móveis, sites e sistemas online. “É mais fácil modernizar os sistemas de engajamento primeiro, tudo que faz a ‘ponte’ com o cliente. Principalmente verificar se é viável trabalhar com aplicativos móveis, melhorando a experiência, trazendo mobilidade e praticidade aos clientes.”, pontua Siqueira.

Veja os benefícios para o setor de TI que a modernização traz

A TI transformou as maneiras de se trabalhar e viver em sociedade, facilitando o acesso aos serviços e aproximando as empresas de seu público-alvo, trazendo acessibilidade e automação. Desse modo, o gestor precisa se conscientizar que automatizar sua infraestrutura é o primeiro passo para agilizar a transformação digital em sua empresa ou organização. Entenda as vantagens disso.

Vantagem competitiva

As transformações tecnológicas trouxeram automatização de processos.  Transações que anteriormente levavam-se horas para serem realizadas manualmente, são realizadas em questão de segundos e pelos sistemas computadorizados.

Isto fez com que novas formas de prestação de serviços e venda de produtos surgissem, causando forte impacto nas estruturas organizacionais. Empresas já consolidadas tiveram que pensar sobre como entrar nessa nova onda, se modernizar, para garantir a continuidade de suas operações.

A evolução tecnológica fez com que o mercado desse um salto significativo afetando a estrutura das instituições públicas e privadas, de suas culturas e das estratégias traçadas.

Redução de custos e riscos

O investimento é algo preocupante dentro das corporações de qualquer setor, ainda mais quando se fala em tecnologia. No entanto, não adianta ter boas receitas se as despesas continuam subindo. É neste ponto que a tecnologia pode salvar o negócio de sua falência, pois oferece visibilidade de todos os gastos.

Desse modo, ela passará a avaliar as áreas que estão com excessos de despesas, ajudar na avaliação de possíveis cortes ou realocar recursos. Um bom sistema de gestão financeira identificará os problemas de custos com matéria-prima e seus desperdícios, por exemplo, gerando economia dentro da organização.

Outra vantagem está na utilização de cloud computing que, se adotada corretamente, pode economizar custos de operações e atender demandas sazonais pela facilidade de escalabilidade da infraestrutura.

Com um estudo correto, diminui-se a necessidade de investimentos altos na compra de equipamentos e softwares. Pode-se partir para soluções mistas, nuvem híbrida e até consolidação de data center com uso de hiperconvergência.

Ganhos de produtividade e escalabilidade

Um dos desafios dos gestores está na melhoria da produtividade para aumentar a receita. Nesta questão, a tecnologia traz o benefício de reduzir ou eliminar os controles manuais, como também, de padronizar os processos.

Erros e retrabalhos são reduzidos, diminuindo o tempo de execução e aumentando a competitividade da instituição.

Outro fator positivo da TI está na escalabilidade, sendo a capacidade de um componente expandir suas funcionalidades, utilizar a capacidade de armazenamento e processamento de acordo com a necessidade do negócio.

Organização nenhuma quer ficar com sistemas e equipamentos que não possam receber um upgrade, já que as operações vêm se tornando complexas. Assim, é importante escolher uma tecnologia que permita a escalabilidade de maneira simples e, se possível, com suporte por um único fabricante.

Como modernizar a infraestrutura de TI

“Quando falamos em modernização, tanto corporações privadas quanto órgãos públicos precisam estar mais perto do seu cliente. A forma mais fácil e democrática para proporcionar acesso facilitado é o celular. Por isso, a cada dia é mais importante ter uma estratégia para o desenvolvimento de aplicativos móveis”, orienta o Diretor de Operações.

Contudo, para desenvolver aplicativos com performance e segurança, não basta apenas modernizar o desenvolvimento, é necessário transformar a infraestrutura para que ela possa entregar a mesma agilidade. Para isso deve-se começar a avaliar soluções como:

  • virtualização;
  • hiperconvergência;
  • rede definida por software (para que os apps consigam se comunicar pelas APIs);
  • storage definido por software;
  • nuvem hídrida.

Logo, a transformação digital passa pela transformação da infraestrutura dos data centers. Infraesrtutura como código é uma tendência crescente, principalmente com o uso de equipamentos hiperconvergentes, diminuindo-se o número de componentes físicos, simplificando a administração e centralizando contratos de garantia e suporte.

O melhor caminho é fazer a transformação da infraestrutura antes ou, ao menos, junto com a transformação das aplicações de forma a entregar as equipes de desenvolvimento uma infra ágil, capaz de suportar a agilidade da transformação digital com segurança e estabilidade.

Aliado a isso, infraestruturas hiperconvergentes podem se conectar com nuvens públicas para escalar serviços sem a necessidade de investimento em novos equipamentos. Dessa forma, resolve-se problemas de aumento de tráfego sazonal, tão comum em empresas privadas e órgãos públicos.

São esses os 3 principais aspectos para modernização: modernizar o data center, transformar as aplicações e avaliar a conectividade com nuvem.

Diferenças entre estrutura tradicional e hiperconvergente

A infraestrutura convergente é definida como um hardware único projetado para entregar todos os serviços que a arquitetura tradicional disponibiliza com o uso de servidores, redes SAN e storages dedicados.

Seu principal objetivo é simplificar a infraestrutura, diminuindo os problemas de compatibilidade,  facilitando o gerenciamento e permitindo crescimento horizontal do data center, onde um novo equipamento entrega poder de processamento, rede e armazenamento. Adicionalmente, equipamentos hiperconvergentes são mais fáceis de serem implantados e mantidos devido a serem entregues com configurações de fábrica, terem atualizações consolidadas e serem suportados por um único fabricante.

A hiperconvergência também diminui os problemas tradicionais de gerenciamento de TI, permitindo o agrupamento e serviços de data center como os servidores, armazenamento e rede em um único equipamento com uma única console de gerência.

É possível diminuir custos de aquisição e manutenção utilizando equipamentos hiperconvergentes além de se obter facilidade em conexões com nuvens públicas, implementando arquitetura de nuvem híbrida com gerenciamento centralizado.

Como iniciar o processo de modernização

A transformação digital tem possibilitado o surgimento de novos negócios, a otimização de negócios existentes, a aproximação do negócio com seu cliente final e a diminuição de gastos de Tecnologia da Informação. Porém, nem todas as organizações estão atuando de modo proativo, o que pode tornar a organização lenta e muitas vezes a faz perder sua posição para os concorrentes mais ágeis.

Não espere sua organização gritar por mudanças. Veja como modernizar a infraestrutura de TI de modo proativo.

Faça um estudo de perspectiva da infraestrutura de TI

Quando os sistemas de TI se tornam antiquados, é necessário investir em mais servidores para que as características particulares do negócio sejam atendidas ou que consigam desempenhar a expansão das atividades. O gestor pode começar pelo inventário atualizado, ao mesmo tempo que levanta os dados para a racionalização pela pesquisa meticulosa e precisa.

Incorpore as novas formas

Elimine os serviços que já não são necessários. Avalie se os serviços padrões como e-mail, hospedagem de websites e arquivos não podem ser imediatamente migrados para nuvens públicas. Serviços padrões já contam com diversos provedores de serviços, o que tornou seus custos acessíveis.

Avalie os demais serviços e faça uma programação de modernização, contando com novos tipos de desenvolvimento, nuvens privadas, híbridas e/ou públicas, automação de data center. Escolha a tecnologia adequada para cada situação. Não tenha medo de iniciar a transformação da TI aos poucos e ir crescendo conforme a necessidade.

Intensifique o espaço físico

Aproveite para reordenar o espaço físico, evitando perdas por motivos variados, mas principalmente pelos servidores, switches SAN e storages. Eles ocupam uma área grande, além de precisarem de salas com refrigeração, aumentando o custo. Avalie a hiperconvergência como plataforma para suportar sua transformação de infraestrutura e comece pequeno, crescendo conforme a demanda.

Modernize com automação

Tenha foco na automação de seu data center. Quanto mais automatizada forem as tarefas, menos serão os riscos de erros humanos e mais sua equipe poderá se dedicar a tarefas mais nobres deixando de lados as tarefas repetitivas.

Transforme a cultura da equipe de TI

Tire as barreiras entre os silos dos departamentos de sua TI. Desenvolva uma cultura colaborativa, onde todas as equipes trabalhem integradas com o objetivo de atender as demandas dos clientes e não garantir que o trabalho de seu departamento está correto.

Procure por produtos e serviços adequados

Busque trabalhar com recursos de excelência e adequados a cada necessidade, para que possa ser eficiente e funcional, obtendo o melhor retorno de investimento possível. Realize uma pesquisa aprofundada de mercado antes de contratar os serviços ou comprar equipamentos e tenha em mãos exatamente o que você necessita para atender o momento atual de sua jornada de modernização.

Divulgue a modernidade

Pesquise, avalie e crie novos serviços para solucionar os problemas de seus clientes. Invista no seu conhecimento e nas vantagens que obterá dele para conseguir um retorno maior que o seu investimento. Crie uma cultura onde todos estão comprometidos com a qualidade dos serviços e a modernização dos processos.

Crie novas possibilidades

Já que vai renovar, procure novas oportunidades de serviços e negócios. Busque novas formas de acessar seu cliente, abandone velhas práticas, velhos sistemas, velhas formas de fazer as coisas. Só não esqueça que nem tudo tem que ser modernizado. O que está funcionando e cumprindo seu papel com desempenho e excelência, continua.

A modernização da infraestrutura e transformação de TI é um passo para o sucesso. É uma jornada que deve começar e certamente trará bons resultados.

Quer estar sempre atualizado quanto a modernização dentro da área de tecnologia da informação? Basta assinar nossa newsletter e ficar bem informado!

fale cosnoscoPowered by Rock Convert