Over 10 years we help companies reach their financial and branding goals. Engitech is a values-driven technology agency dedicated.

Gallery

Contacts

411 University St, Seattle, USA

engitech@oceanthemes.net

+1 -800-456-478-23

Blockchain

Blockchain sem mistérios: saiba a sua influência no setor público

Muito vem se falando em Blockchain nos últimos tempos. Isso se deve principalmente à explosão de popularidade das criptomoedas no mercado internacional, mas você sabe como essa tecnologia pode influenciar as organizações?

Tanto no setor público quanto no privado, os desafios da nova era da informação têm relação com a segurança, o desempenho, a desburocratização, entre outros.

A tecnologia Blockchain se apresenta como uma alternativa viável para melhorar os processos dentro das organizações, entregando mais eficiência, segurança e simplificando suas ações. Confira a seguir como isso é feito.

Entenda mais sobre o Blockchain

Em 2008, o Bitcoin estava ainda em desenvolvimento e sua equipe enfrentava um grande problema. Para garantir que a moeda virtual não sofresse com tentativas de fraude, foi desenvolvido o Blockchain, uma forma de dividir as informações em blocos armazenados em todas as máquinas que fazem parte da rede da criptomoeda em um modelo peer-to-peer, semelhante ao utilizado em torrents.

Em um primeiro momento, o Blockchain foi uma ótima solução não apenas para o Bitcoin, mas também possibilitou o surgimento de várias outras moedas virtuais. Com o passar do tempo, a tecnologia chamou a atenção de organizações ao redor do mundo, que têm como objetivo utilizá-la em outros projetos.

Quais são as diferenças entre Blockchain e Bitcoin?

Sempre que vemos o termo Blockchain, notamos que ele está associado diretamente às criptomoedas — especialmente ao Bitcoin, já que essa foi a primeira moeda virtual que surgiu e que fez uso da tecnologia.

No entanto, as duas coisas não são sinônimas. Para a criptomoeda Bitcoin, o Blockchain é o que garante a segurança e a transparência das transações entre seus usuários, mas não é a moeda em si.

Como funciona o Blockchain?

Seu funcionamento pode parecer um pouco complexo no início. Isso acontece porque o Blockchain é uma mistura de três tecnologias, que trabalham em conjunto para garantir a segurança e a validade das trocas de informações. São elas:

  • Chaves criptográficas;
  • Rede de computação distribuída;
  • Blocos de informação.

Para demonstrar como funciona a tecnologia Blockchain, vamos utilizar um exemplo. Imagine um grande desfile em alguma cidade. Nele, há diversas pessoas utilizando seus smartphones para gravar e enviar esses vídeos pelo mundo.

Você não participou do desfile e mora a muitos quilômetros do local de sua realização, quem sabe até mesmo em outro continente. Como você poderia saber que houve mesmo um desfile?

Porque a informação foi validada por diversas pessoas. Todos gravaram e enviaram pela rede, o que demonstra a veracidade daquela informação. Assim funciona o Blockchain.

A informação é propagada na rede e todos os computadores que participam dela guardam cópias que validam a transação. Com isso, o poder computacional de todos é utilizado para manter a rede, e não existem formas de fraudar os dados, pois eles existem em vários dispositivos.

Conheça os benefícios do Blockchain

As organizações ainda torcem o nariz quando se fala em Bitcoin, porque a moeda virtual sem regulação parece um risco ao sistema financeiro global em um primeiro momento. Já com relação ao Blockchain, é grande o interesse na tecnologia, e isso se deve aos seus vários benefícios.

Facilita as transações

As transações podem ser realizadas de forma muitos mais simples por meio do Blockchain, pois basta que seja formado um bloco com os dados relativos à movimentação e que eles sejam propagados na rede.

Não há necessidade da criação de grandes bancos de dados para armazenar todas as informações, pois todos os computadores da rede participam do armazenamento desses dados.

Entrega segurança

Uma rede Blockchain pode conter milhares de máquinas interligadas, e cada uma delas armazena blocos de informação replicada — sendo que a cada 10 minutos existe uma nova propagação de dados na rede.

Sendo assim, quanto maior for a rede de computadores ligados, menores serão as possibilidades de que haja fraude nas transações, uma vez que é impossível modificar os dados contidos em cada um dos nós da rede.

Pode ser utilizado para diversas finalidades

Em um primeiro momento, seguindo a linha de sua criação, pode parecer que o Blockchain só poderia ser aplicado na indústria financeira, mas são vários os campos que podem se beneficiar dessa tecnologia — para a disseminação de servidores que realizam o envio de spam, para garantir a veracidade de dados em cartórios, para o registro de documentos em meio digital, entre outras oportunidades.

Atrai a atenção das organizações

Como hoje vivemos um aumento do número de ataques contra plataformas digitais, existe um receio compreendido de migrar todas as informações de uma organização para o meio digital.

A segurança e a confiabilidades entregues pelo Blockchain, aliadas ao baixo investimento para a implementação quando comparado a outras tecnologias desenvolvidas para a proteção dos dados têm chamado a atenção de empresas e governos.

Entenda os exemplos de uso hoje no setor público

Estônia é um dos países que mais investem em tecnologia e no conceito de e-Gov, ou Governo Eletrônico. O país já vem buscando utilizar o Blockchain aliado às suas políticas públicas há algum tempo.

Hoje, os dados relativos à saúde dos seus cidadãos — como vacinas, prontuários e receitas — são armazenados em cadeia com o uso de Blockchain e podem ser acessados por médicos e pacientes por meio de um portal.

Esse é um serviço gratuito e conta com dados de cerca de 98% da população da Estônia — aproximadamente 1 milhão de pessoas. É uma amostragem pequena com relação a grandes países como o Brasil, mas demonstra o potencial do uso do Blockchain.

Outro ponto em que a tecnologia está sendo utilizada na Estônia é na abertura de empresas, de forma que o empresário não precisa sequer estar presente no país para poder criar seu negócio, visto que as informações são enviadas e validadas por uma rede de Blockchain.

Não é apenas lá fora que o Blockchain tem feito sucesso. Aqui no Brasil o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPOG) está desenvolvendo um projeto em que o piloto de aplicativo pretende utilizar a tecnologia para realizar a verificação da legitimidade de documentos pessoais.

O Banco Central também está trabalhando em um projeto para criar um modelo garantidor, permitindo que as transferências e os pagamentos sejam confirmados, mesmo com instabilidades.

As criptomoedas são uma realidade hoje, e mesmo que muitas organizações possam não sentir muita confiança em realizar transações por meio delas, é possível que o Blockchain se torne uma das principais tecnologias nos próximos anos.

Gostou deste conteúdo? Temos muito mais informação para você! Assine agora mesmo a nossa newsletter e receba post exclusivos diretamente no seu e-mail!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *